segunda-feira, 27 de junho de 2022

Prosa de Segunda

 Junho que já se despede, o primeiro semestre sempre me deixa a sensação de passar rápido e rasteiro.

Não mencionei no post anterior (maio), mas o meu pai veio passar "semaninhas" de férias por aqui, pegou uma boa temporada de chuva. Tempo de muita chuva em Pernambuco. Mas aproveitamos para conversar bastante - amo conversar com ele, somos bem parecidos. Fiquei com a sensação de querer mais, mas aproveitamos o tempo que nos foi proporcionado.

Por falar em pai, o Expo Center Norte, onde será o evento da Bienal do Livro SP, é tão perto da sua casa. Eu iria, e quem sabe algo extraordinário aconteça e eu vá, mas cancelei minha programação. O ano passado era certa a viagem, o planejamento todo detalhado, mas tudo mudou e por aqui também. 

Junho tem me surpreendido nas leituras, imaginei que não leria muito pelos temas: Holocausto, Tráfico Humano e a Grande Depressão nos EUA na década de trinta. Mas qual foi o impacto e a surpresa ao ver que li até aqui 27/06 seis livros este mês. Achei muito gostoso, muito bacana e fiquei realmente pra lá de surpresa. Ainda coloquei um romance para balancear, mas o romance era um drama (A força que nos atrai) e só larguei quando concluí rs.

Outra pauta que nunca menciono...
Quando falamos em empreender, em alguns momentos sempre pensamos no pausar, parar, desistir. Somados quase 15 anos, desistir não se encaixa na decisão que venha a ter brevemente. Se encaixaria se fossem os primeiros anos, mas pausar, parar ou mudar, são reflexões bem presentes no último mês. Sei de toda trajetória e história,  da rede construída, de quem passou de cliente e se tornou amigo, de quem sempre está presente, de quem sempre escolhe a temco. Mas o organismo, a internet têm me feito mergulhar em questionamentos profundos e incessantes. Tenho me cobrado muito uma mudança de vida geral. A construção de algo é muito dedicado, mas o seu tempo de significado e vida  no instagram por exemplo, são segundos, quando nem existem. Para alguém que gosta de laços, esse momento atual são verdadeiras correntes e bem pesadas por sinal para se carregar e lutar.

Por aqui, até tudo se tornar ainda mais claro, sigo fazendo o trabalho com a criatividade, dedicação e entrega que sempre me acompanham. Que "Papai do Céu" me faça enxergar o mais breve possível a resposta, que certamente já está por aí me sondando e ainda não a enxerguei.

Ahhhh não posso deixar de comentar que organizei o arquivo de documentos que precisava organizar, falei sobre isso na última prosa de segunda, que alívio! Também dei uma bela reorganizada no meu quarto, só falta pintar. Não pintei (ainda) por causa do clima atual, que está mais frio, chuva, umidade...

Agora quero abrir algumas caixas do ateliê, e rever dos itens deixados na última super organização e que não foram utilizados o que será de fato passado adiante. Porque por mais que eu goste, se não utilizei em um ano, é hora de rever seriamente. Consegui me desapegar enfim dos cd's e dvd's, com tantos streamings e sem ter onde ver e ouvir, sentir que o apego e o coração já me permitiam essa ação. Fiquei apenas com poucos dvd's por serem adaptações de livros, acho que um total de 12. 
Espero que isso te motive e inspire por aí, também.

À você que sempre passa por aqui, muiiiiiiito obrigada pelo carinho!
Indique a temco, e ajude a espalhar ainda mais.

Se sentir vontade de conversar sobre algo desse post, me escreve.

Até o próximo,

Marcinha

Obs: Tem o app do Telegram instalado?! Adiciona a temco.

segunda-feira, 9 de maio de 2022

Prosa de Segunda

 postando na quinta 12/05

...já faz tempo, por isso peguei uma caneca de café e fui reler a última prosa postada , para aquecer de onde paramos e daqui seguir.

Falei da vacina, e agora já estamos "liberados" do uso da máscara (salvo exceções) e com a dose de reforço, que bom. Caminhando cada dia mais e mais para a anormal normalidade a qual estamos acostumados.

Falei do aparelho, após completar noventa dias (90) não aguentei, e resolvi tirar. Pois é, noventa dias é quando o organismo torna qualquer prática um hábito, mas algumas coisas me incomodaram e estavam pirando a minha sanidade mental, inacreditável, mas foi real. Estava com vergonha de pedir para tirar, achando que somente eu no mundo havia desistido. Descobri que é algo comum o não gostar e a não adaptação.

Falei da escrita, essa sim voltou e continuo. Inclusive comprei e li mais livros sobre. E quero mais. Percebi que estou um tanto tímida para compartilhar pensamentos, sentimentos, tenho respeitado o meu momento, mas me policio para voltar e expor mais. Além de escrever no diário, tenho acompanhado perfis que também gostam de escrever, e sigo apaixonada.

Falei das leituras, essas estão fluindo até que bem por aqui, atualizei a lista dos já lidos este ano, não me cobro, sigo adiante. A única meta que me propus este ano são releituras, fiz apenas uma até agora, mas ainda dá tempo. Quantos livros bacanas que tenho vontade de reler, vamos com calma, mas vamos rs.

Falei da organização dos meus arquivos, inacreditavelmente falta, gente (rs).Nem parece a Marcinha que não deixa pra depois, né?! Mas deixei, e olha que nem é tão complicado o que tem para fazer, é falta de comprometimento comigo, a mente não anda tão 100%.  Falta organizar uma caixa de arquivo físico e concluir o arquivo de fotos. As fotos, já separei as quero dar, já fiz  o descarte - fiz o momento Marie Kondo: "Isso me traz alegria?!" - e é isso.  Agora que compartilhei essa falha técnica (comprometimento público), vou concluir rapidinho.

Falei sobre produtos, trouxe já a case calhamaço, tenho feito uma "faxina" na loja virtual e em pouco tempo, menos do que imagino, chegam mais... <3

Resumindo esse tempo de ausência por aqui...

A nossa rede queridinha (Instagram) continua deixando todos malucos, por causa de seus algoritmos, mais difícil do que teste psicotécnico de empresas, é a conclusão que cheguei. Me preocupar, claro que preocupa, mas sigo no meu ritmo de sempre. Lendo e pesquisando sobre isso (algoritmos) , procuro ao máximo zelar pela minha saúde mental. Aprender sempre é maravilhoso, mas nesse caso tem que ir com cautela e não na ilusão dos algoritmos.

Perdi duas pessoas que amava, a dona Teca que faleceu em 12/03 e a minha tia Doura que faleceu nesta terça 10/05. Estarão até meu último suspiro em meu coração vivas, uma falta gigante. Duas pessoas as quais tinha muito contato, brincava muiiiiiiiiiiiiiito. E entre lágrimas de saudades e risadas pelas lembranças me sinto perdida, as duas casas que mais frequentava. Seguir a vida e reajustar a rota.

Bom...mais um dia começando por aqui, e lá vou eu pesquisar para algo que estou planejando, estudar e trabalhar. E aguardando também a visita nos próximos dias para dar uma reaquecida neste coração.

Que seus dias sejam bacanas!

Te convido para passar na temco e ajudar no seguir desta microempreendedora.

Abraço,

Marcinha

quarta-feira, 2 de março de 2022

Tem produto novo: Case para Calhamaço!

 

Pedida, solicitada, aguardada e enfim saiu do papel!

Agradeço muiiiiito aos clientes que fizeram parte deste projeto e espera, e por que escrevo isso?!
Porque é um produto complexo de elaborar, medir, desenhar, e confesso que por causa destas etapas, esta pessoa protelou um pouquinho. Contei com a ajuda da Laura/SP uma cliente/amiga super frequente no ateliê. Ela tem uma super coleção de calhamaços, e me ajudou na elaboração super bacana das medidas. E preciso mencionar também a Cynthia/TO que falou: "Marcinha, vou aguardar você fazer!". Mesmo quando ainda era apenas uma vontade. 

 Mas o resultado é incrível e foi super bem recebido por todos. Obrigadaaaaaaaa gente!

Alguns compraram uma e depois voltaram e compraram outra. Nem consigo descrever tamanha felicidade e agradecimento.

A CASE PARA CALHAMAÇO possuí alça, zíper, dois bolsos menores, sendo um interno e outro externo com botão imantado para fechar. Estruturada com manta e reforço nas laterais internas. Isso porque como o nome pede e sugere foi pensada para transportar nossos livros mais "robustos" conhecidos carinhosamente como calhamaços e também é ótimo para carregar a bíblia.

Nos bolsos extras podemos organizar flags, canetas, post it, carteira, enfim...
Sim, pode usar como necessarie ou levar livros menores, agenda, um lanchinho rs.
Nossa intenção sempre é proporcionar diversas formas de uso, além da qual o produto foi criado.

Já deixei o link acima (em destaque) e vou deixar mais algumas fotos para vocês conhecerem um pouco mais.










E aí?! 
Vamos organizar as próximas leituras?!
Ou que tal presentear?!

Te espero na temco!

Marcinha

segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Prosa de Segunda

Uauuu, terceira semana do ano!

Mais uma prosa. Gosto quando elas se estendem ao e-mail, ou aos "directs" do instagram. Gosto também porque não necessariamente tenhamos uma foto para ilustrar. A parte de fotografar requer mais tempo para publicar posts. Mas claro que gera mais conexão, aproximação. Mas esse dia é para justamente termos um pouco mais de liberdade. 
Mas tenho tirado fotos aleatórias do cotidiano e vou usá-las nas nossas prosas por aqui.
Comecei a fazer esses registros depois de ler Como se Encontrar na Escrita (Ana Holanda), livro que amei e me fez resgatar bons costumes do passado (não tão distantes assim rs).

Tô gostando da fluidez do mês, do que tenho feito. Basta mudar o calendário dezembro/janeiro que me sinto recarregada. Por mais organizada que eu seja, em dezembro o organismo sente o peso do ano, mesmo que não tenha nada acumulado.
Parte disso também pelo calor, me sinto mais sugada, uma moleza boa rs.

Comecei o ano visitando o dentista,  coloquei aparelho, nossa como incomoda! Tento não focar para a fase de adaptação passar o mais depressa possível. 
Depois quero fazer outras consultas e assim já fico tranquila e sem pendências com a saúde.

Na torcida para que essa nova etapa da pandemia passe. Tenho planos (como a maioria) e torço por um pouco mais de liberdade no ir e vir. O bom que estamos vendo os benefícios e efeitos da vacina, caso contrário, seria mais um ciclo ainda mais triste.

Leituras...não sou de fazer metas, deixo acontecer e isso tem sido maravilhoso nos últimos anos. Mas este ano uma única que quero me dedicar. Fazer releituras de alguns livros que me marcaram. Na primeira vez que lemos estamos carregados de curiosidades e expectativas. Além de ir fazer marcações, anotações. Quero desfrutar do caminho da releitura, do reencontro com as histórias, captar um pouco mais de cada uma. Refletir o que alterou em mim e para mim nesse período. Será que farei mais marcações ou apenas passarei pelas páginas como uma breve visita?! Estou curiosa e espero que dê certo e consiga concluir essa única meta.
Tenho a intenção de reler um ou dois títulos por mês intercalando com um novo.

Para o trabalho, continuo tirando ideias do papel, ticando itens da lista e tô feliz pelas conclusões. Em janeiro alguns produtos ganharão forma. Que seja um ano próspero para  temco e para todos nós, é o meu maior desejo depois da saúde.


Te desejo uma ótima semana e volto na próxima, para contar sobre a finalização da organização dos meus arquivos e outras coisas. Vou anotar o que for surgindo de ideias e novidades para dar uma encorpada na nossa conversa, como antigamente.

Abraço e obrigada pela cia,

Marcinha



sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

Dia do leitor!

 

Como é bom gostar de ler, ter esse hábito né?!
Se você é do time parabéns.
Se você está chegando parabéns também!

Não esqueça que o principal é ler o que nos faz bem.

Vambora ler, incentivar e comemorar!

Feliz dia leitores!

quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

Tem leitura: Para o teu prazer.

 

Livro: Para o teu prazer

Leitura concluída em: 03/01/22

Segundo livro da Sheila que leio e que me surpreende a cada página. De uma fluidez e continuidade que não dá vontade de largar enquanto não o concluímos.

A química do casal merece uma segunda resenha, já que na verdade o livro trás muitas cenas "calientes". 
Mas a construção da trama é bem envolvente. Nos deparamos com insegurança, perdas, personalidades bem sensíveis e também baixa autoestima. Tem amor da forma mais gostos, almejada e genuína.

O que fiquei na dúvida no começo pelo passar dos meses e a ausência de algo entre eles, foi apresentada no momento certo e dado pelo destino.
Destino esse que ninguém foge.

"Às vezes, nossos olhos, só enxergam o que querem ver."

"Em contos de fadas o príncipe se casa com a plebeia ou vice-versa e tal; na realidade, as diferenças, uma hora ou outra, cobram a conta."

"Só é tarde demais quando o coração para de bater."

tem na temco!

Te desejo boa leitura!

Marcinha

terça-feira, 4 de janeiro de 2022

Tem leitura: Em outra vida talvez?

 

Livro: Em outra vida talvez?

Leitura concluída em: 01/01/22

Um bom livro para começar o ano, já que aborda tanto o poder das nossas escolhas e consequências em nosso destino.

Um livro, mesmo personagens e alternando em cada capítulo duas realidades propostas pela autora: Escolha, ação e consequências.

Temos a oportunidade de ver o que gostaríamos de fazer em nossas vidas, o "E se..." em duas realidades.

Não é um livro dinâmico como os outros da autora, mas gostei muito das reflexões dentro dessas duas perspectivas abordadas na sinopse.

Realidades possíveis a qualquer um de nós, essa característica de escrita da Taylor me faz cada vez mais admirá-la.

De todos os personagens a Gabby é a amiga pra guardar em um potinho e para ter como exemplo a seguir.


"(...) Fazemos escolhas, grandes e pequenas, todos os dias das nossas vidas, e essas escolhas têm consequências. (...) Destino ou não, nossas vidas continuam sendo resultado das nossas escolhas."


Agora é esperar o próximo lançamento ou reler os livros, porque com este concluo a leitura dos já publicados até aqui pela Taylor Jenkins Reid.

Que tal passar na temco antes da sua próxima leitura?!


Abraço,

Marcinha